A Contacausos

A Cia Contacausos – Pesquisa e Contação de Histórias 

Contar histórias, compartilhar a sabedoria popular, e dar voz à cultura oral do Brasil são objetivos da Cia ContaCausos, que se propõe a pesquisar, registrar e difundir a arte da narrativa oral, através da produção e apresentações de espetáculos de narração de histórias.

Desde sua criação (2010), a Cia CONTACAUSOS tem se apresentado em escolas, centros comunitários, universidades, feiras de livros, bibliotecas, maratonas de contos, festivais, programações e projetos do Sesc e Sesi em diversos Estados Brasileiros.

A ContaCausos já se apresentou em diversos municípios pelos Estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Maranhão e Pará. Além de ter seu trabalho reconhecido e premiado em ações do Ministério da Cultura, como a Classificação no Prêmio Economia Criativa 2012, a seleção no edital Bolsa de Circulação Literária 2012 da Biblioteca Nacional/Funarte com o projeto “Um Punhado de Histórias – Circulação do espetáculo Esticando as Canelas”.  Destacamos ainda a indicação estadual e finalista ao Prêmio Rodrigo Melo Franco 2013 do IPHAN.

Em 2013, a Cia foi premiada pelo Edital de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas de Chapecó com o Projeto de Montagem e Pesquisa do Espetáculo Visagem que tem direção de Jefferson Bittencourt – Da Cia Persona de Florianópolis/SC. Pelo mesmo edital a Cia também foi premiada com o projeto Terça do Conto – Itinerância de Contação de Histórias nas Escolas do Campo de Chapecó no ano de 2014. Em 2017 o prêmio viabilizou o projeto de Pesquisa e Montagem do espetáculo VOZES VIVAS – Histórias sobre São João Maria, espetáculo em processo de montagem que tem direção de Max Reinert da Téspis Cia de Teatro de Itajaí/SC.

Os espetáculos “Esticando as Canelas – Contos para Enganar a Morte”, “Tem Coroa, mas não é rei – Contos de Adivinhação”,  Nem te Conto – Histórias de Demônio Logrado” e “Foi Coisa de Saci”  foram selecionados para integrar a programação do projeto Baú de Histórias – Circuito Catarinense de Narrativas do Sesc-SC em 2011, 2013, 2014 e 2016 respectivamente, realizando aproximadamente 50 apresentações em cada circuito em todas as unidades do Sesc em Santa Catarina (28 unidades) e cidades parcerias do projeto.

Em 2015 a Cia foi Contemplada com o edital Funarte de Ocupação do CEU das Artes de Chapecó/SC realizando projeto de ocupação de 6 meses na Biblioteca do CEU e coordenando a programação de apresentações de diferentes linguagens artísticas durante todo o período de desenvolvimento do projeto com a comunidade da região da Grande Efapi de Chapecó/SC.

Entre os principais festivais de contadores de histórias, podemos destacar as apresentações realizadas no Festival de Contadores de Histórias de Porto Alegre em 2012 e 2014. A participação consecutiva em 2014, 2015 e 2016 no Ecoh – Encontro de Contadores de Histórias de Londrina/PR, e as apresentações no Boca do Céu – Encontro Internacional de Contadores de Histórias de São Paulo/SP nas edições de 2014 e 2016, em 2016 a Contadora de Histórias Josiane Geroldi participou do espetáculo de abertura do Boca do Céu no Auditório Oscar Niemayer no parque Ibirapuera,  intitulado  “Como é Grande o Autor da Natureza” com direção de Regina Machado e participação de grandes artistas brasileiros como Paulo Freire, Giba Pedrosa, Paulo Federal, os músicos Marcelo Pretto do Grupo Barbatuques, Gabriel Levy, Marina Pittier, Fernanda de Paula entre outros.

Festival de Teatro de Chapecó nas edições de 2013, 2015 e 2016.  18º Festival Catarinense de Teatro – Fecate em 2015. 17º Floripa Teatro – Festival de teatro Isnard Azevedo edição 2015. Festival de Inverno do Sesc Urubici em 2016 e em 2017 teve dois espetáculos convidados para integrar a programação do Festival Aldeia Sesc Guajajaras das Artes em São Luís do Maranhão/MA.

Em seu repertório a Cia Contacausos  conta hoje com 8 espetáculos narrativos, são eles: “Esticando as Canelas – Contos para Enganar a Morte (2006)”, “Tem Coroa, mas não é rei – Contos de Adivinhação (2012)”, Nem te Conto – Histórias de demônio logrado”(2013), “Visagem (2014) ”, “Foi Coisa de Saci (2015), “Imagina Só – causos, canções e ponteados de viola” (2016 espetáculo em parceria com o músico, escritor e contador de causos Paulo Freire de Campinas/SP). “Puravida – histórias de mulheres sábias (2017) ”, “Maracá – Histórias com cabaças (2017)” e em 2018 prepara o espetáculo de pesquisa Vozes Vivas – Histórias de São João Maria.

Nós acreditamos na força das histórias, no poder do encontro e da transformação  coletiva através da palavra dita. Os conhecimentos, o povo, o humor, o medo, o fantástico, o imaginário, o encantamento e a paixão pela literatura oral brasileira é o que nos move!

 

Acesse nosso currículo completo em: http://contacausos.com.br/site2/a-companhia/curriculo/