Twitter response:

Tag: oficina de contação

ContaCausos realiza curso de formação com professores do Sesc Santa Catarina
ContaCausos realiza curso de formação com professores do Sesc Santa Catarina

 

Mais do que ‘ensinar a contar’ histórias, foi um encontro para entender a potência humanizadora das narrativas orais na escola. Assim podemos resumir O curso“Contar histórias na escola: um exercício de humanidade” ministrado por Josiane Geroldi da Cia ContaCausos. A convite do Departamento Regional de Educação do Sesc de Santa Catarina, a atividade reuniu professores na unidade do Sesc escola em Palhoça e São Miguel do Oeste e teve a intenção de problematizar a relevância histórica, social e as possibilidades artísticas da contação de histórias na contemporaneidade.

Ouvir e contar histórias  já foi uma prática comum entre famílias, mas com as transformações das relações familiares o espaço escolar tem se tornado cada vez mais atrativo a essa prática de encontro com a humanidade que existe em nós. Para Josiane as narrativas orais preservam a qualidade de sensibilização humana. Isso porque tocam de forma muito singular cada pessoa. E assim foi conduzido o curso, com foco na instrumentalização dos professores às técnicas e reflexões sobre a contação de histórias. Ou seja, a proposta foi apresentar maneiras e caminhos para realizar a arte narrativa através de experiências significativas no espaço escolar.

texto

“O curso foi tão intenso que parece ter durado meses”, brinca Franciele Pires, professora do Sesc em Palhoça e participante. “Eu mergulhei de cabeça em tudo o que conversávamos. Viajei por todos os lugares e descobri que posso ir muito mais além”. Segundo Franciele, a experiência a inspirou, dentre outras coisas, a ser mais humana.

 

 

ContaCausos e Sesc Chapecó promovem Oficina de Contação de Histórias
ContaCausos e Sesc Chapecó promovem Oficina de Contação de Histórias

 

Atividade acontecerá em dois encontros e procura sensibilizar e formar novos contadores

Quem não lembra das histórias contadas pelos avós, das rodas de fogueira ou ao redor do fogão a lenha? Mas quem continua contando tais histórias hoje? Voltado ao fomento das tradições, o trabalho da Cia ContaCausos com as oficinas de formação busca incentivar e sensibilizar novos contadores. Além disso, a proposta é provocar reflexões sobre a narrativa oral, sua relevância história, social e cultural.

quarta_NOITE (8)

Pensando nisso, o Sesc em Chapecó, em parceria com a Cia, promove uma Oficina de Contação de Histórias. Serão dois encontros onde educadores, contadores, pesquisadores, artistas, produtores e público interessado na arte da narrativa poderão aumentar o repertório sobre os estudos da oralidade. Pois ao se pensar em contação de histórias, emerge desse espaço inúmeras possibilidades: desde pesquisa e repertório à expressão corporal.

Ou seja, além de prática, a oficina pretende problematizar, analisar e instigar aos elementos que envolvem a pesquisa acerca das narrativas. “Toda narrativa oral é resultado de representações e expressões populares, de criações sobre a realidade. E isso faz parte da nossa identidade, da cultura, das construções simbólicas. Ou seja, pensar nas histórias envolve pesquisar o que elas representam e como dialogam com outros elementos da cultura”, salienta Josiane Geroldi, idealizadora da ContaCausos e oficineira.

Como faço minha inscrição?

A oficina será dividida em dois encontros (sábados): no dia 8 de julho e 15 de julho. Em ambos os dias, a programação será das 8h às 12h e das 13h30 às 19h30, totalizando 20 horas de curso (com emissão de certificado). As inscrições podem ser feitas na Unidade do Sesc em Chapecó, na rua Brasília, 475 D, no bairro Jardim Itália, local onde o encontro será realizado. A oficina possui investimento de R$ 110,00 (para público em geral) e R$ 50,00 (para comerciários, com carteirinha do Sesc). As vagas são limitadas, então se antecipe e garanta logo sua vaga.

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa

Gestor Box