Twitter response:

Tag: Manifestações Populares

Livro que homenageia mestres bonequeiros é lançado pelo Iphan
Livro que homenageia mestres bonequeiros é lançado pelo Iphan

 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lançou a versão impressa da publicação Prêmio Teatro de Bonecos Popular do Nordeste – Mamulengo, Babau, João Redondo e Cassimiro Coco. O livro é uma homenagem à genialidade dos criadores que dão vida aos bonecos, uma forma de expressão genuína da cultura brasileira.

O livro é resultado de edital lançado pelo Iphan, após deliberações realizadas entre o Instituto e os bonequeiros, que solicitaram a priorização dos mestres idosos. Por essa razão, um dos critérios de participação foi idade mínima de 55 anos e, no mínimo, 20 anos de trabalho com os bonecos.

O edital contemplou 37 bonequeiras e bonequeiros, além de oito prêmios in memoriam, totalizando 45 premiados de 10 estados brasileiros. Além de imagens, apresentação e breve relato dos mestres bonequeiros, o livro apresenta um mapa e lista dos premiados por estado. Esta é uma das ações de salvaguarda do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste, que foi registrado como Patrimônio Cultural do Brasil em 2015.

Para quem se interessou, a publicação impressa pode ser adquirida pelo e-mail publicacoes@iphan.gov.br. Ou pode ser baixada em versão PDF (abaixo).

BAIXAR: Prêmio Teatro de Bonecos Popular do Nordeste – Mamulengo, Babau, João Redondo e Cassimiro Coco

 

Foto: Luiz Filipe Barcelos

Fonte: MinC

Iphan abre concurso para premiar mestres do carimbó
Iphan abre concurso para premiar mestres do carimbó

 

Com o objetivo de valorizar a atuação de mestras, mestres e grupos que contribuem para a continuidade da tradição do ritmo carimbó, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lançou o edital Prêmio Carimbó Nosso Patrimônio. Ao todo, serão oferecidos 25 prêmios no valor de R$ 5.160,00 para cada projeto.

O carimbó foi registrado como patrimônio cultural brasileiro em 2014, como parte das ações para salvaguarda da manifestação cultural paraense. O Prêmio Carimbó Nosso Patrimônio reconhece as trajetórias de vida de pessoas que tenham contribuído de maneira fundamental para a transmissão e continuidade do Carimbó, bem como grupos cuja atuação contribua de forma exemplar para a valorização, difusão e transmissão do bem cultural às novas gerações.

Serão premiados 10 mestres e mestras em atividade, cinco destinados aos herdeiros diretos de cinco mestres ou mestras já falecidos (in memoriam) e 10 destinados a grupos de Carimbó.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e terminam no dia 21 de agosto, devendo ser enviadas para a superintendência do Iphan, no Pará. De acordo com o edital, o período de habilitação e avaliação será de 22 de agosto até 10 de setembro. A convocação dos candidatos selecionados será feita por publicação no Diário Oficial da União.

A comissão de avaliação do concurso será composta por quatro integrantes, sendo um representante do Comitê Gestor da Salvaguarda do Carimbó, um servidor da Fundação Cultural do Pará/Secult e dois servidores do Iphan, sendo um deles o coordenador dos trabalhos da Comissão, sem direito a voto.

O prêmio será depositado em conta corrente de qualquer banco, em nome do candidato selecionado. Não será efetuado o depósito em contas conjuntas ou de terceiros, assim como não serão aceitas contas-benefício, como Bolsa Família, Bolsa Escola ou Aposentadorias.

Critérios de avaliação

Os mestres, mestras e grupos serão avaliados pelo tempo de atuação, contribuição sócio-cultural que a atuação proporciona à comunidade em que vive e atua ou atuou em vida. A contribuição para a criação e fortalecimento de espaços que promovam a valorização e difusão das tradições vinculadas ao Carimbó também será avaliado, assim como a renda mensal familiar e a contribuição da atuação para a difusão do Carimbó e para a articulação de parcerias com a comunidade e instituições diversas.

Acesse o edital completo do Prêmio Carimbó Nosso Patrimônio

Foto: Gustavo Serrate/Ministério da Cultura

Fonte: Agência Brasil

 

Casa da Mãe Joana e ContaCausos realizam o “Arraiá na Maloca”
Casa da Mãe Joana e ContaCausos realizam o “Arraiá na Maloca”

 

Olha a festa junina, minha gente! E é verdade! Aos juninos de plantão, que procuram por festas de São João tradicionais, bora separar a melhor roupa xadrez, o chapéu de palha e “picar a mula” pro interior. A Casa da Mãe Joana, produtora cultural independente, em parceria com a Cia ContaCausos, realiza o “Arraiá na Maloca”, no próximo sábado (17),

Tipicamente caipira, a festividade vai contar com arrasta pé, baião, forró, xote, samba de coco, quadrilha e outros tantos ritmos nordestinos. Portanto, engraxe seu melhor sapato pra dar aquela impressionada na comunidade. Ah, e você pode levar seu instrumento musical para participar do forrobodó até o dia raiar!

arraia na maloca

Comidaiáda e musicaria

Nosso Arraiá vai ter fogueira, pipoca, quadrilha, quentão, bandeirolas… Inté casório. Vai ser festança das grande! Na barraca da Casa da Mãe Joana vai ter cachaça artesanal, chope, caldo quente, quentão de vinho, água e refrigerante (porque ninguém é de ferro). Mas sugerimos que a comunidade leve pratos típicos (de docin a salgadin) para compartilharmos entre todos e darmos continuidade à tradição da festa junina! Pedimos, também, que levem seus copos e canecas (de 300ml e 500ml), para ajudarmos o meio-ambiente. O Ateliê Uva Passa & Duna estará presente, vendendo os lindos “produtin” artesanais.

Festa de São João sem música não é festa! E pra esgualepar o esqueleto, preparamos um bocado de gente boa para deixar o baile uma belezura. No aquecimento, vai ter discotecagem com Selecta Groove, apresentando sua pesquisa de música do Nordeste e  Norte, “dispôis” vai ter o sinhô Márcio Pazin e Banda e, mais tardar, a tradicional Jam Session da Casa da Mãe Joana, que já esquentou palcos do Brasil “interin”.

Ingressos

Adiante o passo e aproveite o primeiro lote de ingressos a R$ 20,00 (R$ 10,00 meia-entrada para estudantes com apresentação de carteira na entrada do evento). O segundo lote será a R$25,00 (R$ 12,50 meia-entrada para estudantes). Você pode comprar antecipadamente na Dubba Uba, no site da Sympla (on-line) ou direto com a produção (Whats – 9 9974-2634 / Joana). O Arraiá será na “Nossa Maloca”, espaço de cultura e ocupação da Cia ContaCausos, na Linha Tafona, interior de Chapecó. A festança é para todas as idades e crianças com até 12 anos não pagam ingresso.

Programação:

16h: Discotecagem Selecta Groove

20h: Show Márcio Pazin & Banda

22h: Jam Session

 

Foto: Walfrido Tomas

Gestor Box